Florianópolis / SC - sexta-feira, 20 de outubro de 2017

TREINAMENTOS: FITNESS EMPRESARIAL

    UMA JORNADA EM HABILIDADES SOCIAIS  

 

 

Tendo em vista a era da inteligência social na contemporaneidade, este programa de desenvolvimento pessoal tratará de despertar a consciência perceptiva e reflexiva das pessoas para a valorização da relação entre o pensar, o sentir e o agir social. Neste processo de desenvolvimento organizacional tem-se o objetivo de identificar as competências individuais e reconhecer fragilidades, motivando para a superação destas criando conscientização organizacional, desenvolvendo ações à partir de um planejamento e definição de metas  e promovendo o crescimento individual para fins de uma gestão de progresso psicológico, social e ocupacional por meio de estratégias da Psicologia Cognitiva-comportamental.   Dessa forma, possibilitando ao cliente uma nova percepção em gestão de pessoas que fará diferença competitiva e que promoverá o desenvolvimento contínuo das pessoas que trabalham na organização.    

 

O processo tem a seguinte sequência lógica:    

 

1º Etapa: Intrapessoal (7 encontros) Cada encontro equivale a duas horas semanais.

2º Etapa: Interpessoal (4 encontros)

3º Etapa: Motivação (4 encontros)

4º Etapa: Comunicação (4 encontros)

5º Etapa: Liderança (5 encontros)    

 

Porém, o cliente poderá optar em contratar uma das etapas de desenvolvimento pessoal e organizacional de acordo com o seu interesse. Segue o quadro dos conteúdos programáticos, abaixo, para apreciação. Há possibilidade de acrescentar conteúdos sugeridos pelo cliente.

 

INTRAPESSOAL

INTERPESSOAL

MOTIVAÇÃO

COMUNICAÇÃO

LIDERANÇA

7 encontros

4 encontros

4 encontros

4 encontros

5 encontros

 

- Ética Profissional e a crise dos valores na modernidade;

 

- Refletindo sobre a auto-estima;

- Como ser e estar preparado para ser um agente de mudança. Lema :    “ É preciso buscar  a mudança dentro de si mesmo”;

- Dissonância cognitiva: como sair dela;

 

- Indícios de congruência e incongruência;

 

- Administração do estresse: parte I;

 

- Estratégias de enfrentamento do estresse;

- O segredo de quem rompe a inércia: o diferencial de pessoas e profissionais bem sucedidos;

- O que cria as oportunidades: a interação entre o pensar, o sentir e o agir;

- Inteligência integradora: lógico-matemática, lingüística, espacial, musical, corporal-cinestésica, interpessoal, intrapessoal (habilidade de administrar os sentimentos);

- A capacidade de transformar problemas em oportunidades;

- A interferência dos estados de ânimo (sentimento de culpa, raiva, ressentimentos, inveja) na dinâmica da empresa e no resultado final;

- A importância da descoberta do temperamento emocional no desempenho das tarefas diárias;

- Auto conhecimento, auto transformação e auto realização: o despertar da consciência;

- Multiplicidade egóica dentro da organização: Exemplo: o EU que quer fazer dieta (ego), o EU que quer comer (ID) e o EU que se culpa porque comeu (Superego);

- Recursos para controlar as emoções negativas;

 - Inteligência Emocional

 

 

 

 

 

 

 

- Ligue o radar: qualificação 

- Treinamento em habilidades sociais;

 

- Administração do estresse: parte II;

 

- Grupos: Psico grupo, sócio grupo, grupos formais e informais, primários e secundários.

- Grupos: Papéis Funcionais, Papéis relativos à tarefa do grupo, papéis relativos à manutenção do grupo, papéis individuais;

- Revelações da vida adulta;

- Atributos diferenciadores: capacidade de criar e consolidar relacionamentos, liderança, capacidade de comunicação, velocidade e rapidez nas demandas, saber ouvir;

- Como lidar com os tipos de clientes: cliente emotivo, racional, falador, calado, inovador, formal e explosivo;

- Atitude assertiva no atendimento ao cliente;

- A doença da pressa: cobrança interna e externa  de resultados imediatos;

- Soluções imediatas referente a problemas inesperados e técnicas para obtenção do controle ansioso;

- Sintomas ansiosos, geradores de conflitos e desempenho profissional;

- Problema ético na empresa: sensorial ou alucinação;

- A crítica em forma de sanduíche;

- Comportamento interpessoal e sentido de equipe;

- Tipos de personalidades: A, B, C e D e sua dinâmica dentro das organizações;

- A emoção raiva e seus dois estilos de expressão: raiva para dentro e raiva para fora;

- Estresse emocional e os seis componentes da raiva;

-Estratégias específicas para lidar com a raiva;

- A importância de trabalhar em grupo e  o trabalho em equipe;

- O que fazer e como proceder quando surgem conflitos na dinâmica do grupo de trabalho;

- Obtenção de bons resultados na empresa tem-se pela identificação e Solução de problemas;

- Jogo de papéis      ( Análise Transacional):  Salvador, perseguidor, vítima.

- Steve Jobs: empresa transformadora no mundo contemporâneo

 

- Motivação de pessoal;

 

- Visão de si, do outro e do ambiente de trabalho;

 

- Identificação de resistência a mudanças;

 

- A linguagem do mundo: siga sempre os sinais;

- Atitudes vencedoras: determinação, ousadia e coragem, disciplina e perseverança, criatividade e autodesenvolvimento permanente;

- A retroalimentação que estabiliza os movimentos sociais dentro das organizações;

- Como vai a sua motivação: a interferência do vínculo entre cognição, afeto e comportamento;

- Quem precisa do resultado do seu trabalho: uma reflexão sobre pensamentos equivocados;

- Quem será que está atrapalhando o seu progresso: uma visão cognitiva e comportamental com a prática diária da organização;

- De lagarta a Borboleta: a metamorfose necessária a sobrevivência da organização;

- Reexaminando valores e princípios mais significativos;

- Desenvolvendo uma grande visão;

-  Estabelecendo metas de relacionamento: fazendo as pessoas participarem de suas metas;

- A interferência da depressão-ansiosa na motivação ocupacional;

- Busca de aceitação pelo desenvolvimento participativo: compreendendo as nuances da técnica “Tempestade cerebral”;

- O cultivo do equilíbrio emocional como fonte da energia vital;

- Cisões mente-corpo/emoção-razão;

- A auto-regulação frente a couraça emocional;

- Exercícios bioenergéticos e técnicas de sensibilização.

 

 

 

 

- A Pragmática da comunicação:  axiomas conjeturais de comunicação ( interação simétrica e complementar);

 

- Comunicação patológica;

 

- A comunicação na esfera dos esquemas mentais mal adaptados;

 

- Inteligência social na comunicação interna e externa;

 

- Oratória: desenvolvendo as habilidades contidas;

- Comunicar para quê: a importância da comunicação interna como processo pessoal e organizacional;

- Comunicação: uma função estratégica;

- Comunicação: processo dialógico onde as pessoas estabelecem relações de afeto, ódio, amor, hostilidade, solidariedade e medo;

- Comunicação: da dimensão ética a estética;

- Diálogo face a face: otimização na solução de problemas e tomada de decisão;

- Os rumores comprometendo o clima organizacional, a produtividade e os resultados;

- Comunicação interna, institucional e mercadológica;

- Comunicação interna: ferramenta de endomarketing;

- Autenticidade e comunicação efetiva: verbal e não verbal e sua coerência;

-Comunicação corporativa

-Endomarketing

- Feedback

 

 

- O líder Janusiano;

 

- A influência do comportamento do líder no ambiente de trabalho;

 

- Por que as avaliações de desempenho não alcançam o seu objetivo final?

 

- Liderança: eis uma questão de esquema mental;

 

- Superando conflitos antes da quebra da harmonia do clima organizacional;

 

- Resiliência: enfrentamento sadio da situação adversa;

 

- Empresa: uma visão diferente;

 

- Balança decisacional: uma análise antes das decisões;

 

- O ciclo da resolução de problemas;

 

- Questionando rótulos, atribuições e significados;

 

- Coaching: objetivando a saúde empresarial;

 

- Pesquisa de clima organizacional;

 

- Levantamento de necessidades de treinamento;

 

- Desenvolvimento de gerências: uma nova visão sobre o subordinado e a subordinação;

- Empreendedorismo, competências técnicas e habilidades interpessoais;

- Liderança é...: Educar para o pensar;

- A importância e aceitação da hierarquia dentro do grupo e seus diferentes papéis;

- O papel do mediador de conflitos;

- Gerenciamento e mediação de conflitos: princípios da assertividade;

- Tipos de liderança: flexível, diretivo, administrador e o delegador;

- A importância do homem parentético nas organizações: como a gerência lida com ele;

- Estilos(X, Y, Z) de liderança e seus efeitos na auto estima, na confiança do grupo, na distribuição das tarefas, nos efeitos no grupo, na interação do grupo, na motivação para o trabalho, na natureza dos cargos, nos objetivos do trabalho, no relacionamento com o grupo e no uso do poder. Análise do perfil do líder;

- Avaliação de desempenho operacional;

- Avaliação de desempenho gerencial;

- Pesquisa de clima organizacional;

 - Habilidades e Domínios gerenciais: conceitual e estratégico;

- Levantamento de alternativas e a tomada de decisões.

 

-Comportamento organizacional

Todos os assuntos supracitados serão mediados por:

 

- Esquemas cognitivos mal adaptados a realidade ocupacional (16 tipos de esquemas)

 

- Crenças de:

 Desamparo (incompetência), Desamor (Rejeição) e Desvalor no desempenho do trabalho.

 

- Distorções cognitivas e sua implicação nas relações de trabalho (11 tipos de distorções)

 

- Transtornos de personalidade: um conhecimento essencial para a saúde da sua empresa (14 transtornos)

Feedback:

Ao final dos treinamentos, oferecemos duas avaliações que compõe o trabalho realizado. São: 1ª Avaliação da eficácia do treinamento (realizado com todos os participantes ao final do treinamento)

2ª Avaliação gerencial-pós treinamento (realizado com as gerências uma semana após o término dos treinamentos).  

 

Duração do processo: 6 meses (inclui as cinco etapas)

 

Número máximo de pessoas por grupo:  à combinar

 

Local:

Empresa (à combinar) se houver sala própria.

 

Dias/Horários: À combinar (Disponibilidade de segunda a domingo)  

 

INVESTIMENTO:

 

►De acordo com a Tabela de Honorários do Conselho Regional de Psicologia – CRP 12ª Região.